sexta-feira, 15 de abril de 2011

6ª séries: Como seria sua vida na Idade Média?(resumidamente...)

Europa - Comparada a Europa atual, você talvez achasse a Europa daquela época desabitada. Embora fossem apinhadas de gente, as cidades eram bem menores do que as de hoje. Em 1250, a maior cidade européia – Paris – tinha 160 mil habitantes. As aldeias no alto das montanhas ou nas férteis regiões baixas também eram muito menores. A população da Europa em 1300 era, provavelmente, de 74 milhões de pessoas: apenas 20% da população atual.
Clima - Assim como a paisagem européia, o clima europeu também era muito variado. Na Escandinávia e na Rússia, a neve cobria o solo durante todo o inverno; na Espanha, na Itália e na Grécia, o sol de verão podia ser escaldante. Em toda a Europa, as temperaturas eram mais quentes que as atuais. Por volta de 1350, o clima foi ficando mais frio e uma "pequena era glacial" começou. Durou cerca de 300 anos.
Plantas e Animais Selvagens - A Europa tinha muito mais animais, pássaros e flores silvestres que hoje. As aldeias eram circundadas por bosques e campos ideais para animais selvagens. Imensas florestas abrigavam ursos, javalis, lobos e águias. Os pulverizadores químicos ainda não tinham sido inventados, o que protegia o meio ambiente, embora pulgas, mosquitos e plantas venenosas muitas vezes provocassem doenças sérias.
Ofícios - De volta aos tempos medievais, você descobriria que havia pouquíssimas máquinas. Exceto os tecidos produzidos em teares, quase tudo era feito à mão. Os artesãos eram muito habilidosos. Eles aprendiam seus ofícios – desde entalhem pedra e trabalho em ouro até selaria, olaria ou bordado – durante um longo aprendizado. Somente então podiam montar suas próprias oficinas.
Seus Vizinhos - Seja em uma cidade movimentada, seja em uma aldeia tranqüila, você veria muito seus vizinhos. Você compraria e venderia artigos a eles e partilharia poços, rios e pastagens. Como não tinha carro o povo medieval andava a pé ou montado a cavalo, e todos os transeuntes podiam se ver. As casas tinham paredes finas, de modo que também se podia ouvi-los. E o comportamento de qualquer pessoa podia ser criticado nas reuniões dos tribunais locais.
Aldeias e Cidades - Hoje, em muitas partes da Europa, a maioria das pessoas mora em cidades. Mas quando você viajar de volta a Idade Média, descobrirá que quase todo mundo morava no campo, em pequenas aldeias agrícolas. Apenas comerciantes, médicos, advogados e artesãos moravam nas cidades. As casas medievais eram construídas de materiais locais: pedra e ardósia nas colinas rochosas, madeira e sapê nas terras baixas.
Agricultura e Alimentação - A maneira de cultivar a terra dependia de onde você morasse. Nas regiões frias da Rússia e da Escandinávia poucas plantas podiam ser cultivadas. As pessoas criavam carneiros, caçavam e pescavam para obter comida. Em terras mais quentes, o trigo, a ervilha e as uvas cresciam bem. Os agricultores também criavam vacas e cabras para obter leite. Havia poucas máquinas, então os arados eram puxados por cavalos ou bois. As colheitas eram feitas manualmente.
Sua Família - Sua família era muito importante para você.sem ela, você não sobreviveria se adoecesse ou envelhecesse. Embora os líderes religiosos estimulassem as pessoas a praticar a caridade, não havia hospitais públicos nem assistência social. Era comum trabalhar com a família – os meninos ajudavam os pais nos campos e nas oficinas, e as meninas ajudavam as mães a cuidar das crianças e administrar a casa.
Senhores e Feudos - Se você fosse um camponês medieval, sua vida seria controlada pelo senhor local. Você teria de trabalhar para ele em seu feudo (uma grande propriedade rural) ou pagar-lhe aluguel. Em troca ele lhe daria pedaços de terra para cultivar alimentos para sua família. Muitos senhores tinham o direito de aplicar a lei e a ordem em suas terras. Alguns camponeses não eram livres para sair do feudo do senhor.
Religiões - A maioria das pessoas na Europa medieval era cristã, mas havia uma minoria de judeus e mulçumanos. O rei Eduardo I expulsou os judeus da Inglaterra em 1299, mas as comunidades judaicas continuaram a se desenvolver em outras terras. Depois do ano 800 a península Ibérica foi ocupada pelos mulçumanos. Havia também grupos pagãos no nordeste da Europa.
Línguas - Durante a Idade Média, as línguas européias de hoje estavam se formando. Desenvolveram-se a partir de quatro "famílias" anteriores: latina (como o italiano e francês), germânica (como o alemão), celta (falado na Escócia, Irlanda, País de Gales e Bretanha) e eslava (falado na Rússia e no leste da Europa). Aos poucos, a língua de cada nação tornou-se ininteligível para os estrangeiros.
Seu Nome - Os cristãos davam nomes de santos ou de personagens da Bíblia para seus bebês; judeus e mulçumanos muitas vezes escolhiam nomes provenientes do Antigo Testamento ou do Alcorão. Muitos bebês recebiam o nome de seus avós ou de amigos ricos e poderosos. Os pais esperavam que os homônimos ajudassem seus filhos. Em muitas terras não se usava sobrenome então as pessoas ficavam conhecidas como "João do Porto" ou "Maria Nogueira".
Casas - Na Idade Média os castelos eram construídos de pedras, e com vigas de madeira à vista, ou cabanas com telhados de palha. As casas dos camponeses duravam em média 30 anos, por isso não vemos mais esses tipos de casas. Somente as casas das pessoas afortunadas duravam mais tempo, pois eram feitas de pedras, além de serem projetadas para as pessoas ricas. O interior das casa dos camponeses era úmido, exposto ao vento fumacento e escuro. Os móveis eram desconfortáveis, bancos duros de madeira, colchões de palha e ásperas mantas de lã.Os primeiros castelos foram construídos devido à guerra. Lá ficavam o senhor, os cavalheiros e as tropas de soldados. E além deles a família do nobre também morava lá. Após um mil e duzentos construíram aposentos privativos, mobiliados, com tapeçarias, capelas tranqüilas e jardins floridos. Com o tempo foram construídas casas mais altas, com espaço para lojas no andar de baixo.
Família - Se você fosse rico ou pobre, sua família seria muito importante para você. Dava alimento, trabalho, abrigo e determinava sua classe social. Você devia ser leal, pois isso significava esconder seus próprios sentimentos para cumprir o desejo de sua família. A menos que você fosse um membro da Igreja, não se casar nunca era uma das desgraças da Idade Média. Se casar com um bom homem ou uma boa mulher era essencial qualquer que fosse sua classe social. Nas famílias nobres os pais arranjavam casamentos para seus filhos, mesmo que ainda fossem crianças ou nem conhecessem suas esposas. Os pais acreditavam que um título de nobreza era mais importante que o amor quaisquer outros sentimentos. Raramente essas situações aconteciam com os camponeses, o dinheiro e terras podiam ser levados em consideração, mas eles tinham mais chances de se casar por amor. Eles se casavam mais tarde que os nobres, porque primeiramente deviam montar as suas casas e para isso tinham que trabalhar por muito tempo, guardando o dinheiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.